Sonya Azevedo
Essência em versos e prosas
Capa Textos Áudios E-books Perfil Livro de Visitas Contato
Textos


Meus Blogs
Jacintos da Alma
Nascentes de Luz

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço ao poeta e amigo José Domingos, sua magnífica interação

Perco-me

Na beleza que o horizonte me apresenta,
Perco-me em tamanha beleza,
-Nas sutis possibilidades que a vida apraz
Em frenesi, pinto aquarelas na imaginação.
 
Nessa idas i vindas da vida,
Sento-me como em alto mar,
Navegando sobre as ondas da vida,
- que por vezes, sempre me dá guarida.
 
Flutuando sobre as ondas
Sego a desfrutar dos doces momentos,
Que serão sempre por mim lembrados
 
E, nos giros que o mundo da,
Deixo as ondas me levarem,
Para um dia, a esse arrebol retornar.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço ao querido amigo poeta Olavo sua bela interação
em uma doce trova.

"Quero admirar a seu lado
Todas as cores da natureza 
Como dois namorados 
Que se amam com certeza."

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço ao Jacó Filho seu carinho e sua magnífica interação.

O MAR NOS CONVIDA///
 
Num cenário perfeito, que o mar desenha,
Com as cores da luz que o Sol o empresta,
Para fazer sorrir, quem convidou pra festa,
Mostrando em detalhe quanto se empenha...
 
Acorda-me do sonho, subindo suas marés,
Molhando no meu rosto um sorriso franco,
Vendo minha amada desfazer-se do manto,
Que cobre com pudor, encantos de mulher.
 
Vendo-nos expostos, e olhos convergentes,
O mar com ciúmes do teu corpo fascinante,
Reproduz das sereias, melodias dissonantes,
 
Pra levar-me louco, num lapso permanente,
Evitando assim que venhamos ser amantes,
O mar que se tornou, por paixão, petulante...


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço a Pettra Veloso, por sua magníifca interação.
Belos versos.

Milagroso

Perco-me e encontro-me no mar,
Às vezes calmo, outras revolto.
Meu pensamento fica absorto,
Ele tem o dom de me inspirar

Mergulho nele profundamente,
Sinto na minh' alma pureza
A flor desabrocha com beleza
Sinto-me uma estrela reluzente

Oh,mar! Deixe-me ser sereia
Tuas ondas serão meu abrigo
Não temerei nenhum perigo.

Cantarei nas noites de lua cheia
És tão mágico e tão misterioso
Eu percebo que és milagroso.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Agradeço ao poeta Irineu Gomes sua belíssima quadra.

Bem-vinda a calmaria
Em qualquer ocasião
E, até, na pandemia,
Ela traz consolação.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Sonya Azevedo
Enviado por Sonya Azevedo em 08/07/2021
Alterado em 01/08/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários